Informe Mineral do primeiro semestre de 2018 está disponível

A Agência Nacional da Mineração lançou o Informe Mineral do primeiro semestre de 2018.

Conforme consta da publicação, disponível neste link, “estima-se que o Valor da Produção Mineral (VPM) brasileira cresceu somente 0,73% no 1º semestre de 2018 em relação ao 2º semestre de 2017. Se a referência para a análise for o 1º semestre de 2017, então registrou-se um acréscimo de 5,88%. Sendo assim, o VPM no primeiro semestre de 2018 aproximou-se de R$ 57,7 bilhões.”

Vale destacar que “as substâncias minerais que obtiveram as maiores taxas de crescimento em seu valor nominal foram as seguintes substâncias: areia industrial (+10,38%), manganês (+13,85%), cromo (+15,82%), nióbio (+17,81%), cobre (+25,20%), grafita (+40,82%), níquel (+41,91%) e calcário (+53,68%). Por outro lado, as quedas mais intensas foram: amianto (-33,05%);potássio (-17,73%); zinco (-15,85%); estanho (-12,68%) e fosfato (-10,58%).”

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários